Reduzir fonteLetra tamanho normalAumentar fonte

O que é a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ)

O que é a Comissão de Proteção e qual é seu objetivo de intervenção?
A Comissão de Proteção de Crianças e Jovens é uma entidade oficial não judiciária com autonomia funcional que visa promover os Direitos da criança/jovem e prevenir ou pôr termo a situações suscetíveis de afetar a sua segurança, saúde, formação, educação e desenvolvimento integral (Art.º 12º, n.º1 da Lei 147/99 de 1 de Setembro).
 
Qual a sua área de competência?
A sua área de competência é no município onde tem sede (Art.º 15º, n.º 1).
A CPCJ de Ferreira do Zêzere foi criada por Portaria em 2001 e é competente na área do município de Ferreira do Zêzere. (Portaria n.º 648 de 28/06/2001, Diário da Republica n.º 1239).
 
Como funciona a Comissão?
A Comissão intervém de forma interdisciplinar e inter-institucional sendo constituída por elementos representantes de serviços e entidades que atuam ao nível concelhio e que tem responsabilidade em matéria de infância e juventude.
Representantes:
- Município;
- Segurança Social;
- Ministério da Educação;
- Ministério da Saúde;
- IPSS (s);
- Associação de Pais;
- Serviços da Juventude;
- Forças da Segurança;
- Assembleia Municipal.
*Técnicos com formação designadamente em Serviço Social, Psicologia, Educação, Saúde ou Direito.
A Comissão de Proteção de Crianças e Jovens funciona em duas modalidades, ou seja, em modalidade Restrita e em modalidade Alargada.
 
Intervenção
Legitimidade de intervenção da Comissão?
Para a Comissão intervir é necessário o consentimento expresso dos:
- pais;
- representante legal ou pessoa que tenha a guarda de facto;
- a própria criança com idade igual ou superior a 12 anos (Art.º 5º, b)).
Contudo, em situações de perigo iminente da vida física da criança/jovem (art.º5, c)) aliada à oposição dos detentores do poder paternal ou de quem tenha a guarda de facto, legitima os procedimentos de urgência por forma a proteger de imediato a criança/jovem (Art.º 91º).
 
Em que casos intervimos?
Casos de crianças e jovens vítimas de maus tratos físicos ou psíquicos, ou de abusos, vítimas de negligência, em situação de abandono escolar ou trabalho infantil com comportamentos que revelem dificuldade de adaptação a uma vida social normal, entregando-se a atividades de consumos que afetem gravemente a sua saúde, segurança, formação, educação ou desenvolvimento sem que os pais se oponham por forma a remover essa situação.
 
Como intervimos?
A Comissão intervém por iniciativa própria ou mediante participação verbal ou escrita.
 
Como podem ser feitas as denúncias?
- A própria criança ou jovem;
- Familiares;
- Qualquer cidadão que tenha conhecimento da situação de perigo;
- Entidades Escolares, Policiais, Centros de Saúde, Estabelecimentos Hospitalares, IPSS's, etc;
- A própria Comissão.
 
Conhece uma criança/jovem que se encontra numa das seguintes situações de risco e/ou perigo?
- Está abandonado ou entregue a si própria;
- Sofre maus tratos físicos e/ou psicológicos;
- É vítima de abusos sexuais;
- É obrigado a atividades ou trabalhos excessivos;
- Abandonou a escola ou falta regularmente;
- Não recebe os cuidados de saúde, de alimentação e higiene adequados;
- Encontra-se numa situação de mendicidade;
- É vítima de indiferença ou depressão por parte da família;
- Consome drogas ou álcool;
 
O que deve constar na denúncia ou sinalização à Comissão?
- Nome, sexo e idade da(s) criança(s) ou jovem(ns);
- Morada onde se encontra;
- Identificação da família ou responsável pela criança;
- Motivo da denúncia ou sinalização (descrição dos factos ocorridos);
- Outras diligências já efetuadas.
 
Colabore com a Comissão
A confidencialidade é uma regra em todas as diligências levadas a cabo por esta Comissão, a qual tem como objetivo preservar a vida de cada criança/jovem e as suas famílias, mas sempre em concordância com a família.
 
Denuncie!
As denúncias podem ser feitas pessoalmente, por telefone, por escrito ou fax.
 
 
Contactos
Morada:
Edifício da Câmara Municipal de Ferreira do Zêzere
Praça Dias Ferreira, 2240 – 341 Ferreira do Zêzere
Telefone: 918 214 272 (24 horas)
Fax: 249 360 169
E-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Horário de funcionamento:
Segunda a Sexta: 9:00h às 12:30h e das 14:00h às 17:30h.
 
Linha verde recados da criação da Provedoria de Justiça:
Telefone: 800 206 656

Eventos

novembro 2017
Seg.Ter.Qua.Qui.Sex.Sáb.Dom.
1
2
6
7
8
9
13
14
15
16
20
21
22
23
27
29
30
Aplicação Descubra Ferreira do Zêzere
Risco de Incêndio Próprio dia

Os cookies ajudam ao correto funcionamento deste sítio. Política de privacidade .

Ao utilizar os nossos serviços, concorda com a sua utilização.
Política de privacidade