Reduzir fonteLetra tamanho normalAumentar fonte

Contacto

Horário:
De terça a sexta-feira 09h00 às 18h30
Segunda-feira e sábado das 09h30 às 13h00 e 15h00 às 18h30
Rua João da Costa nº16

2240-356 Ferreira do Zêzere

249360152

Eventos

Seg.Ter.Qua.Qui.Sex.Sáb.Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
Aplicação Descubra Ferreira do Zêzere
turismo-do-centro

Notícias Biblioteca

Biblioteca UNESCO - 1º aniversário

Continuar... Biblioteca UNESCO - 1º aniversário

O trabalho desenvolvido pela Biblioteca Municipal Dr. António Baião foi reconhecido pela Comissão Nacional da UNESCO no dia 28 de fevereiro de 2018. Ferreira do Zêzere tem a honra de ser uma das 31 Bibliotecas nacionais e uma das cerca de 500 a nível mundial que pertencem à Rede de Bibliotecas associadas à UNESCO.

Com o objetivo de assinalar o 1º aniversário, na próxima quarta-feira, dia 27 de fevereiro às 10h00, irá realizar-se uma cerimónia que contará com a presença da Dr.ª Luisa Marques da Amnistia Internacional e de representantes do Projeto Escolas Amigas dos Direitos Humanos da Escola Pedro Ferreiro.

A Coordenadora do projeto e alguns alunos irão falar sobre as ações desenvolvidas ao longo dos últimos 6 anos.

As Bibliotecas associadas à UNESCO têm por missão: “promoção dos direitos humanos, da paz, da diversidade cultural e do diálogo intercultural, a proteção do ambiente e a luta contra o analfabetismo, entre outros”.

Abertura da exposição - “Florestas para o futuro”

Continuar... Abertura da exposição - “Florestas para o futuro”

Decorreu esta manhã na Biblioteca Municipal Dr. António Baião de Ferreira do Zêzere a abertura da exposição "Florestas para o futuro" organizada pela Rede de Bibliotecas Públicas Municipais do Médio Tejo.

Estiveram presentes vários agentes de Proteção Civil. Câmara Municipal, Bombeiros, GNR, GIPS, Agrupamento de Escolas, Comunicação Social e população.

Esta é a primeira exposição simultânea nas 13 Bibliotecas Municipais. Em dois anos de trabalho em rede já foi possível construir uma enciclopédia regional colaborativa a Wiki Médio Tejo, adquirir livros das metas curriculares de português para as Bibliotecas e Escolas, proporcionar o encontro com escritores e o acesso a peças de teatro a todos os alunos, fomentar o empréstimo e entrega de documentos em todas Bibliotecas, a todos os utilizadores da região que poderão em breve fazer pesquisas num único catálogo online. Também para breve a apresentação de uma candidatura no âmbito da literacia digital e neste momento esta exposição comum, assim como a programação cultural que se realizará durante o mês de março.

 

Esta exposição está integrada na “Ação de Divulgação e Comunicação – Médio Tejo – Plano Intermunicipal de Adaptação às Alterações Climáticas - Florestas para o Futuro” que prevê o apoio do POSEUR através do Fundo de Coesão.

 

A exposição encerra nas seguintes datas:

Abrantes: 30 de março, Biblioteca Municipal

Alcanena: 29 de março, Biblioteca Municipal

Constância:30 de março, antiga cadeia

Entroncamento: 28 fevereiro, na Galeria Municipal

Ferreira de Zêzere: 30 de março, Biblioteca Municipal

Mação: 30 de março, Galeria do Centro Cultural Elvino Pereira

Ourém: 30 de abril, Biblioteca Municipal

Sardoal: 22 de março, Centro Cultural Gil Vicente

Sertã: 16 de março, Biblioteca Municipal

Tomar: 22 de março, Biblioteca Municipal

Torres Novas: 09 de março, Biblioteca Municipal

Vila Nova da Barquinha:22 março, Biblioteca Municipal

Vila de Rei:29 de março Biblioteca Municipal

Exposição - “Florestas para o Futuro”

Continuar... Exposição - “Florestas para o Futuro”

A tragédia dos incêndios de 2017 foi o mote para esta exposição intermunicipal. Continuando presente na memória de todos aquela catástrofe, a região do Médio Tejo pretende sensibilizar a população sobre as “Florestas do Futuro”, invocando também aquele flagelo para evitar que o mesmo caia no esquecimento e que as suas lições não sejam ignoradas. Deste modo, no dia 22 de fevereiro ocorrerá a abertura simultânea da exposição “Florestas do Futuro”, nas 13 bibliotecas municipais da região do Médio Tejo.

Os municípios de Abrantes, Alcanena, Constância, Entroncamento, Ferreira do Zêzere, Mação, Ourém, Sardoal, Sertã, Tomar, Torres Novas e Vila Nova da Barquinha, Vila de Rei, com o envolvimento do Grupo de Trabalho das Bibliotecas Municipais do Médio Tejo justificam-na com o argumento de que este é “um assunto que nos diz respeito a todos”:

- mesmo que não tenhamos terrenos para limpar!

- mesmo que vivamos em meio urbano e longe dos fogos florestais!

Porque se uma comunidade é um conjunto de iguais na diferença, não o seremos se não formos solidários”.

Nesta exposição pretende-se dar voz às preocupações quotidianas das comunidades”, “sistematizar e disponibilizar toda a informação publicada na imprensa sobre a problemática dos incêndios” e “contribuir para o intercâmbio dessa informação e para a construção de conhecimento sobre o assunto”. É ainda objetivo “fomentar uma reflexão abrangente sobre o tema dos incêndios florestais, contribuindo para a formação da consciência crítica dos cidadãos e das comunidades”, “sensibilizar as populações para a necessidade de assumirem a prevenção como tarefa de todos” e “contribuir para a persecução dos «Objetivos para o Desenvolvimento Sustentável» da ONU”.

A realização desta exposição nas bibliotecas segue um propósito definido, pois como refere a organização “uma biblioteca é um espelho da sociedade e simultaneamente o seu repositório de memória e, nesse sentido, o testemunho das suas ações e o reflexo da sua consciência. Tem o dever de informar, de educar ao longo da vida, de formar a consciência crítica dos cidadãos, através da informação que, nos termos do Manifesto da UNESCO para as Bibliotecas Públicas, «lhes permita exercer os seus direitos democráticos e ter um papel ativo na sociedade»”.

A realização desta exposição está integrada na “Ação de Divulgação e Comunicação – Médio Tejo – Plano Intermunicipal de Adaptação às Alterações Climáticas - Florestas para o Futuro” que prevê o apoio do POSEUR.

A abertura desta exposição em simultâneo nas bibliotecas dos treze municípios que constituem a Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo “amplia em muito os possíveis impactos junto das populações e dos média e volta a chamar a atenção para o problema, numa altura em que seria suposto ser um assunto fora da agenda. Constitui também um exemplo de cooperação intermunicipal e de solidariedade na diferença, pois embora com territórios desigualmente suscetíveis aos incêndios florestais, todos pertencem a uma mesma comunidade”.

A escolha do mês de fevereiro para esta mostra não foi inocente, isto porque “o que aconteceu ultrapassou a escala do que é pontual e episódico, exigindo uma dimensão intemporal assente em causas estruturais e porque uma das intenções é exatamente contrariar a tendência de só se falar dos incêndios quando o país está a arder e fingir que tudo está bem quando é inverno”. Para o mês de março, está previsto um programa cultural a divulgar em breve.

Em Ferreira do Zêzere a inauguração será às 10h00 na Biblioteca Municipal Dr. António Baião.

Oficina criativa foi um sucesso

Continuar... Oficina criativa foi um sucesso

Decorreu na Biblioteca Municipal de Ferreira do Zêzere mais uma oficina de arte criativa orientada pala artista plástica Lucy Jackson.

Desta vez, e sempre com recurso a material reciclado, as crianças fizeram com a ajuda dos pais, os "espanta espíritos".

No próximo dia 16 de março, sábado, entre as 15h00 e as 17h30 irá realizar-se mais uma oficina. As propostas de trabalho serão: Vazos para plantas com materiais reciclados, borboletas e besouros gigantes.  

Inscrições obrigatórias na Biblioteca ou pelo telefone: 249 360 152

Parabéns Biblioteca de Ferreira do Zêzere

Continuar... Parabéns Biblioteca de Ferreira do Zêzere

Alunos do Pré-escolar de Ferreira do Zêzere associaram-se hoje à festa dos 15 anos da Biblioteca Municipal Dr. António Baião de Ferreira do Zêzere.

Depois da habitual história na sala do conto, as crianças, a Direção do Agrupamento de Escolas e Vereação da Cultura e equipa da Biblioteca, cantaram os parabéns à Biblioteca.

As comemorações continuam no próximo sábado com uma oficina de arte criativa com a artista plástica Lucy Jackson.

Os cookies ajudam ao correto funcionamento deste sítio. Política de privacidade .

Ao utilizar os nossos serviços, concorda com a sua utilização.
Política de privacidade